São ideias . São notas soltas . São pensamentos . São sentimentos . São parvoíces . São sonhos .

06
Jun 09

 

Quem é que me vai limpar as lágrimas que tu me fizeste derramar? Quem é que me vai livrar deste aperto que sinto cá dentro?


 

Quanto mais tento fugir de ti, de tudo o que vivemos, de tudo o que passámos, mais a saudade se apodera de mim, mais a vontade de voltar a estar contigo aumenta... Era suposto crescer-me um ódio profundo por ti, qualquer coisa que me fizesse sentir mal por gostar tanto de ti. Mas não consigo, por mais que eu te queira odiar, não consigo. Só eu sei as lágrimas que aguentaste tanta vez à minha frente. Só tu sabes o quanto te adoro e sofri por ti. Desculpa se te faço sofrer...é o que mais me dói: saber que queres estar aqui comigo agora e não tens coragem de enfrentar tudo...

 

Caramba! Quando tudo parece finalmente comçar a correr bem... acontece sempre alguma coisa!

 

"É que eu quero-te tanto

Não saberia não te ter

Eu quero-te tanto

É sempre mais do que eu te sei dizer

Mil vezes mais do que eu te sei dizer!"

 

Só preciso do teu abraço outra vez....

Só do abraço...


23
Mai 09

Minto tanto.

Sei tão bem mentir.

Quase que consigo enganar toda a gente.

Finjo tanto.

Sei tão bem fingir.

Quase que me consigo enganar a mim própria.

E eu, que até já acreditava ter-te esquecido, percebi que continuas no mesmo sítio.

 

publicado por minha_pessoa às 22:30
sinto-me: broken
música: 'broken'- seether ft. amy lee

11
Abr 09


Jamal Malik (Patel) tem 18 anos de idade, vem de uma família das favelas de Mumbai, Índia, e está prestes a experimentar um dos dias mais importantes de sua vida. Visto por toda a população, Jamal está a apenas uma pergunta de conquistar o prêmio de 20 milhões de rúpias(moeda indiana) na versão indiana do programa televisivo "Quem quer Ser Milionário?" No entanto, no auge do programa, a polícia prende o jovem Jamal por suspeita de trapaça. A questão que paira no ar é: como um rapaz das ruas pode ter tantos conhecimentos? Desesperado para provar sua inocência, Jamal conta a história da sua vida na favela - onde ele e o irmão cresceram -, as aventuras juntos, os enfrentamentos com gangues e traficantes de drogas e até mesmo o amor por uma garota.

 

 

 

Fui ver este filme ao cinema. Já tinha visto o making of e fiquei super curiosa... Facto e que, depois de o ver, não conseguia dormir. Fiquei mesmo a pensar no raio da história!

 

Não que ele (Jamal) fosse uma inteligência extrema... aliás, ele não sabia grande coisa.

 

Apresentador: "Costuma ler muito?"

Jamal: "Eu sei ler..."

 

A única coisa que ele tinha era o seu passado e um amor perdido.

 

Joga, não pelo dinheiro, mas por um amor.

 

Polícia: "Então [se não foi por dinheiro] porque respondeste?"

Jamal: "Quando alguém me faz uma pergunta, eu dou sempre uma resposta."

 

Ao longo das perguntas que vão aparecendo no programa ele vai recordando todos os episódios da sua vida que lhe dão a resposta correcta para a pergunta. A grande questão que o filme colocou na minha cabeça foi:

 

Tudo o que nos acontece terá utilidade um dia?

 

Sim. Eu acredito que nada nos acontece por acaso... De tudo o que nos acontece, temos sempre uma lição a retirar, temos sempre uma nova perspectiva, uma nova opinião, um novo olhar sobre o mundo.

No momento, a maioria das vezes, não entendemos, não queremos perceber. Mas um dia tudo fará sentido porque todo aquele percurso te levará a um determinado ponto e é aí que vais perceber o porquê de teres ido a tal jantar, a conhecer tais pessoas, a estar na loja tal a tal hora em que aconteceu X, ...

 

Estas questão fazem-nos pensar na existência e um próprio destino. Penso que não existe um destino como estamos habituados a imaginá-lo... mas, se tudo acontece com algum propósito é porque é suposto chegarmos a algo se não limitavamo-nos a seres irracionais que agem por instinto! {se bem que existe para aí com cada animal... LOL}

 

Durante cerca de 10 anos(ou mais) ele lutou pela "mulher-menina-amiga-criança" que amava. Se ele não lutasse o destino também não a trazia de certeza! Se somos nós que fazemos o nosso destino? Quem sabe... talvez a diferença esteja apenas no caminho que escolhemos!
 

Jamal: "Eu sabia que estarias a ver [o programa]..."

Latika: "Pensava que só nos iamos encontrar na morte..."

Jamal: "Este é o nosso destino!"

 

publicado por minha_pessoa às 11:04
música: banda sonora do filme

arquivo de ideias
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


subscrever feeds
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO